recordando a MPB

História da MPB com biografias, cronologia dos sucessos e músicas cifradas.

  • Postagens

    março 2006
    S T Q Q S S D
    « fev   abr »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  
  • Categorias

  • Arquivos

  • Cifrantiga Fotos

    Zé da Conceição

    Minha palhoça

    Juracy

    Gago apaixonado

    Faustina

    Conversa de botequim

    Sobre as músicas que não tocam mais ...

    Aí é que são elas

    Nosso Sinhô do Samba - Parte 9

    Ouvindo Alda Verona

    Mais fotos

>Ontem ao luar (Choro e poesia)

Posted by everbc em 24/03/2006

>

Ontem ao luar Por sua semelhança com a canção “Love Story”, do filme homônimo, a polca “Choro e Poesia” voltou a ser sucesso na década de 1970. Esse retorno rendeu-lhe mais de dez gravações, só que com um detalhe: todas traziam apenas o título “Ontem ao Luar”, que recebeu de Catulo da Paixão Cearense quando, em 1913, o poeta lhe pôs uma letra, à revelia do autor. E o que é pior, várias dessas gravações tal como edições da partitura, somente registravam o nome de Catulo, omitindo o de Pedro de Alcântara.

Em 1976, graças aos esforços de uma neta de Alcântara, sua autoria foi restabelecida através de uma decisão judicial. “Choro e Poesia” tem duas partes, ambas construídas com variações de um mesmo motivo, usado com muita engenhosidade especialmente na segunda parte, em tom maior.

Ontem ao Luar (Choro e Poesia) (polca, 1907) – Pedro de Alcântara e Catulo da Paixão Cearense

http://res0.esnips.com/escentral/images/widgets/flash/guitar_test.swf
Vicente Celestino

—-Am————————– B7
Ontem ao luar / Nós dois em plena solidão
E7
Tu me perguntaste
—————–Am
O que era a dor de uma paixão
A7 ——————-Dm
Nada respondi, calmo assim fiquei
B7 ———————————–(E7)
Mas fitando o azul / Do azul do céu a lua azul
————-Am—————————- B7
Eu te mostrei, mostrando a ti os olhos meus
————————E7————— Am
Correr sem ti uma nívea lágrima e assim te respondi
A7—————– Dm——————– Am
Fiquei a sorrir por ter o prazer de ver a lágrima
(B7) (E7) Am E7
Dos olhos a sofrer

A——————— B7
A dor da paixão, não tem explicação
E7—————— A
Como definir o que só sei sentir
Dm ————A ————Gbm
É mister sofrer, para se saber
—————Bm—— E7 ——A —–E7
O que no peito o coração não quer dizer
A———————- B7
Pergunta ao luar, travesso e tão taful
E7 ———————–A
De noite a chorar na onda toda azul
——-Dm————– A——– Gbm
Pergunta ao luar, do mar a canção
————–B7——- E7———- (A) (E7) (A) (E7)
Qual o mistério que há na dor de uma paixão
—–A———– Gb7———— Bm
Se tu desejas saber o que é o amor e sentir
———-E7—————— A———— Dbm7
O seu calor o amaríssimo travor do seu dulçor
—————— E7
Sobe o monte a beira mar ao luar
————E7——– A
Ouve a onda sobre a areia lacrimar
————–A——Gb7—— Bm—————— E7
Ouve o silêncio a falar na solidão do calado coração
—————-A ———–A7
A pena a derramar os prantos seus
D ———-Dm —–A ———–Gb7——- Bm
Ouve o choro perenal / A dor silente universal
————-E7—————- A F A
E a dor maior que é a dor de Deus

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira – Art Editora Publifolha e A Canção no Tempo – Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello – Editora 34

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: