recordando a MPB

História da MPB com biografias, cronologia dos sucessos e músicas cifradas.

  • Postagens

    agosto 2007
    S T Q Q S S D
    « jul   set »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  
  • Categorias

  • Arquivos

  • Cifrantiga Fotos

Branca

Posted by everbc em 12/08/2007

“Aurora”, “Branca” e “Elza” são os nomes femininos que intitulam três das mais conhecidas valsas de Zequinha de Abreu. Dessas, pelo menos “Branca” seria inspirada por uma musa verdadeira, a jovem Branca Barreto, filha do chefe da estação ferroviária de Santa Rita do Passa Quatro, terra do compositor.

Conta João Bento Saniratto – amigo de Zequinha, citado por Almirante num artigo publicado em O Dia – que a valsa foi composta de improviso, na presença de um grupo que conversava à porta do Grêmio Literário Recreativo. Como na ocasião a moça passasse pelo local, o autor (que era seu admirador) resolveu homenageá-la na composição.

“Branca” é uma bela valsa sentimental, de melodia triste, uma característica predominante na música de Zequinha de Abreu. Composta por volta de 1918, ganhou popularidade a partir de 1924, quando teve a sua primeira edição. Mas, ao que se sabe, somente seria gravada em 1931, no mesmo disco que lançou o Tico Tico no Fubá. Tem uma letra de Duque de Abramonte (Décio Abramo), embora seja uma valsa essencialmente instrumental.

Branca – Zequinha de Abreu e Duque de Abramonteclique para ouvir amostra da música

Am————————– A7——- Dm
Há tempos que a vi / Que eu a conheci
———————–Am
Ela era linda, um primor, de amor
—–B7—————— E7
Misto de estrela e de flor
Am ———————-A7———— Dm
Mas também sofreu / Eu sei vou contar
———————Am ——–E7——- Am
Pois li naquele olhar, / Cansado de chorar

E7 ———————–Am
De tarde ao chegar / Os trens um a um
——–E7————————- Am
Ela viu desembarcar / Um estranho tentador
E7———————– Am —————A7
Vi Branca cismar / Num sono de amor
———–Dm——— Am ———E7——– Am
Ficou logo apaixonada / Do mancebo tentador

C———— G7———————— C
Mas essa flor / Não sentiu florir o amor
———————G7 ————————–C—- G7
Nunca o sentiu florir / Porque ele teve que partir
C————— G7————————— C—- C7
Viu-o embarcar / Como um dia após o amar
F—— Fm C A7 ——————D7 —-G7
E nunca mais / —-Sentiu o puro amor
——————–C
Do jovem tentador

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: