recordando a MPB

História da MPB com biografias, cronologia dos sucessos e músicas cifradas.

  • Postagens

    dezembro 2007
    S T Q Q S S D
    « out   jan »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  
  • Categorias

  • Arquivos

  • Cifrantiga Fotos

Dalva de Andrade

Posted by everbc em 13/12/2007

Dalva_de_Andrade

Dalva de Andrade (Dalva de Andrade Serra), cantora, nascida em 2/4/1935 no Rio de Janeiro, RJ, foi revelada no programa Pescador de estrelas, do radialista e cantor Arnaldo Amaral, em 1953 atuou na Rádio Globo.

Seguidora do estilo de Dalva de Oliveira, em 1955, gravou seu primeiro disco cantando o samba-canção Tudo nos falta, de Claudionor Cruz e Pedro Caetano e o bolero Preço do silêncio, de Othon Russo e Nazareno de Brito.

É de 1956 a gravação da toada Chuva, de Fernando César. Em 1957, gravou o bolero Que murmuren, de Rubén Fuentes e Rafael Cárdenas, com versão de Goiá Jr. e o samba Sempre ele, de Armando Nunes e J. Portela. Data do mesmo ano a gravação de Marcelino pão e vinho, do filme homônimo, canção de Sorozobal e Sanches, com versão de Ribeiro Filho.

Em 1958, gravou de Ary Barroso e Luiz Peixoto o samba É luxo só; no ano seguinte, o samba Brigas nunca mais, de Vinícius de Moraes e Tom Jobim, e o samba canção Eu sei que vou te amar.

Em 1960, passou a gravar na Odeon, onde estreou cantando Chorei sozinha, de Paulo Tito e Um pouco de ti, de Tito César e Fernando César. No mesmo ano, gravou Vou fazer um samba, de Evaldo Gouveia e Almeida Rego e o grande sucesso de sua carreira, Serenata suburbana, guarânia do compositor pernambucano Capiba e que nomeou o LP que também lançou naquele ano e no qual cantou o samba Bebeco e Doca, de Luiz Peixoto e Ary Barroso.

Em 1961, seriam gravados o samba canção Minha solidão, de Adelino Moreira e o choro Quero saber; em 1962, Tormento, de Lindolfo Gaia e Romeu Nunes e Amor e ciúme, de Arsênio de Carvalho e Lourival Faissal. No mesmo ano, gravou de Luís Vieira o Prelúdio para ninar gente grande.

Em 1963, de Getúlio Macedo, gravou a canção Cigana. Lançou ainda pela Odeon o LP Prece, interpretando composições de Marino Pinto. Em 1965 foi contratada pela gravadora Philips. Pouco tempo depois deixou a vida artístico por causa de problema de surdez.

Fonte: Cantoras do Brasil – Dalva de Andrade

Anúncios

2 Respostas to “Dalva de Andrade”

  1. tom said

    Gostaria de receber a letra de Meu Lago Azul, que a Dalva gravou muito bem. Gostaria de saber onde anda a Dalva de Andrade e o que faz hoje.
    Saudações
    Tom Barros

    • Maria Isabel Viso said

      Oi! Vasculhando sites com assunto sobre Dalva de Andrade, encontrei este e vi sua pergunta. Dalva, atualmente, vive um vida simples e continua bonita nos seus 75 anos. Nesses últimos dias sofreu a perda de seu único filho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: