recordando a MPB

História da MPB com biografias, cronologia dos sucessos e músicas cifradas.

  • Postagens

    novembro 2017
    S T Q Q S S D
    « maio    
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930  
  • Categorias

  • Arquivos

  • Cifrantiga Fotos

Archive for the ‘cazuza’ Category

>Um trem para as estrelas

Posted by everbc em 17/04/2006

>Cazuza

Tom :Am
Intro: Am7 Am9/5-


Am7 Am9/5-
São sete horas da manhã
Am7 Am9/5-
Vejo o Cristo da janela
Am7 Am9/5-
O sol já apagou a luz
Am7 Am9/5-
E o povo lá embaixo espera
Am7 Am9/5-
Nas filas de pontos de ônibus
Am7 Am9/5-
Procurando aonde ir



Am7 Am9/5-
São todos seus cicerones
Am7 Am9/5-
Correm pra não desistir
Am7 Gm7
Dos seus salários de fome
Am7 Gm7
E a esperança que ele têm
Fm7 Eb7+
Nesse filme como extras
Dm7 C7+
Todos querem se dar bem
Am7
Num trem para as estrelas
Gm7
Depois dos navios negreiros
F7+
Outras correntezas
Am7
Num trem para as estrelas
Gm7
Depois dos navios negreiros
F7+
Outras correntezas
Am7 Am9/5-
Estranho o teu Cristo, Rio
Am7 Am9/5-
Que olha tão longe, além
Am7 Am9/5-
Com os braços sempre abertos
Am7 Am9/5-
Mas sem proteger ninguém
Am7 Am9/5-
Eu vou forrar as paredes
Am7 Am9/5-
Do meu quarto de miséria
Am7 Am9/5-
Com manchetes de jornal
Am7 Am9/5-
Pra ver que não é nada sério
Am7 Gm7
Eu vou dar o meu desprezo
Am7 Gm7
Pra você que me ensinou
Fm7 Eb7+
Que a tristeza é uma maneira

Dm7 C7+
Da gente se salvar depois
Am7
Num trem para as estrelas
Gm7
Depois dos navios negreiros


F7+
Outras correntezas
Am7
Num trem para as estrelas
Gm7
Depois dos navios negreiros
F7+
Outras correntezas...
Anúncios

Posted in cazuza | Leave a Comment »

>Todo amor que houver nessa vida

Posted by everbc em 17/04/2006

>Todo amor que houver nessa vida (1982) – Cazuza

Tom: Gm
Intro: Gm F Gm F

Gm Eb
Eu quero a sorte de um amor tranqüilo
Cm F7
Com sabor de fruta mordida
Gm Eb Cm
Nós, na batida, no embalo da rede
Eb Ab
Matando a sede na saliva
D4/7
Ser teu pão, ser tua comida
F4/7
Todo amor que houver nessa vida
Am Eb7 Gm F G F
E algum trocado pra dar garantia
Gm Eb
E ser artista no nosso convívio
Cm7 F7
Pelo inferno e céu de todo dia
Gm Eb Cm
Pra poesia que a gente não vive
Eb Ab
Transformar o tédio em melodia
D4/7
Ser teu pão, ser tua comida
F4/7
Todo amor que houver nessa vida
Am Ab7 Gm FGm F
E algum veneno anti monotonia
Gm Eb
E se eu achar a sua fonte escondida
Cm F7
Te alcanço em cheio o mel e a ferida
Gm Eb Cm
E o corpo inteiro como um furacão

Eb Ab
Boca, nuca e a tua mente, não
D4/7
Ser teu pão, ser tua comida
F4/7
Todo amor que houver nessa vida
Am Ab7 Gm
E algum remédio que me dê alegria
Am Ab7 Gm
E algum remédio que me dê alegria

Posted in cazuza | Leave a Comment »

>O nosso amor a gente inventa

Posted by everbc em 17/04/2006

>Cazuza

A                      E         F#m    C#m7/9+   D9 
O teu amor é uma mentira, que a minha vaidade quer
A E F#m C#m7/9+ D9 D7
E o meu, poesia de cego, você não pode ver

A E
Não pode ver que no meu mundo
F#m C#m7/9+ D9
Um troço qualquer morreu
A E F#m C#m7/9+ D9 D7
Num corte lento e profundo, entre você e eu, eu

F#m E D9 F#m E D9
O nosso amor a gente inventa, pra se distrair
F#m E D F#m E D9 D7
E quando acaba a gente pensa, que ele nunca existiu
A E F#m
O nosso amor a gente inventa ... inventa (Bis)


A E F#m C#m7/9+ D9
Viver não é mais tão bacana, quanto a semana passada
A E F#m C#m7/9+ D9 D7
Você nem arrumou a cama, parece que fugiu de casa

E
Mas ficou tudo fora de lugar
F#m D
Café sem açucar, dança sem par
E F#m
Você podia ao menos me contar ...
D9 D7
Uma história romântica ... Ah!

Posted in cazuza | Leave a Comment »