recordando a MPB

História da MPB com biografias, cronologia dos sucessos e músicas cifradas.

  • Postagens

    agosto 2017
    S T Q Q S S D
    « maio    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  
  • Categorias

  • Arquivos

  • Cifrantiga Fotos

Archive for the ‘chiquinha gonzaga’ Category

>Santa

Posted by everbc em 23/03/2006

>

Chiquinha Gonzaga

Santa (Chiquinha Gonzaga)

Creio no bem, creio em ti, / Quando teu lábio sorri.
Falas e me parece… / Que a tua voz é uma prece.

Creio no bem, creio em ti, / Quando teu lábio sorri.
Falas e me parece… / Que a tua voz é uma prece.


Ah, ahahaha… / Quem de ti pudera levar.
Ah ah haha… / Para te por num altar.

Posted in chiquinha gonzaga | Leave a Comment »

>A brasileira

Posted by everbc em 23/03/2006

>

Chiquinha Gonzaga

A brasileira (Chiquinha Gonzaga e José Sena)

Eu adoro uma morena sacudida / De olhos negros e faces cor de jambo / Lábios rubros, cabelos de azeviche / Que me mata, me enfeitiça, põe-me bambo / A cintura, Meu Deus, é delicada / O seu porte é faceiro e bem decente / As mãozinhas são enfeites, são berloques / Que fazem enlouquecer a toda gente

Ai morena a quem amo, a quem adoro / Não me sai um só momento da idéia / É faceira, dengosa e muito chique / Tem um pé… que beleza, que tetéia!

Há segredos, quem diz, naquele corpo / Tremeliques, desmaios, sensações / Que nos põe a cabeça andar à roda / Sonhando com delícias, com paixões / Seus dentes são marfim de alto preço / Sua boca um cofre perfumado / O resto do corpinho uma delícia / O melhor é não dizer, ficar calado

Ai morena a quem amo, a quem adoro / Não me sai um só momento da idéia / É faceira, dengosa e muito chique / Tem um pé… que beleza, que tetéia!

Posted in chiquinha gonzaga | Leave a Comment »

>Machuca

Posted by everbc em 23/03/2006

>

Chiquinha Gonzaga

Machuca (Chiquinha Gonzaga e Patrocínio Filho)

Sou morena bonita e galante / Tenho raios e setas no olhar / E nem pode uma lira de Dante / Os encantos que tenho cantar / Quando passo, os bilontras me olhando / De binóculo erguido com ardor / Dizem todos se bamboleando / Abrasados em chama de amor

Ai morena, morena querida / Tu nos põe a cabeça maluca / Pisa e mata, destrói essa vida / Ai morena, morena, machuca!

Eu machuco deveras a todos / Até fico contente por isso / Ao fitá-los os deixo por loucos / Pois fitando-os lhe deito o feitiço / Sou morena que quando passeio / Deixo calda de luz como um astro / É uma récua de gente que veio / Me dizendo, seguindo meu rastro

Ai morena, morena querida / Tu nos põe a cabeça maluca / Pisa e mata, destrói essa vida / Ai morena, morena, machuca!

Esses fogos que tenho nos olhos / E que tem até o dom de encantar / São na vida, no mundo os espólios / Onde os petos se vêm quebrar / Mas a culpa não é, não é minha / É dos homens que vêm com ardor / Me julgando dos céus a rainha / Me dizendo abrasados de amor / Ai morena, morena querida / Tu nos põe a cabeça maluca / Pisa e mata, destrói essa vida / Ai morena, morena, machuca!

Posted in chiquinha gonzaga | Leave a Comment »