recordando a MPB

História da MPB com biografias, cronologia dos sucessos e músicas cifradas.

  • Postagens

    julho 2017
    S T Q Q S S D
    « maio    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  
  • Categorias

  • Arquivos

  • Cifrantiga Fotos

Archive for the ‘grupo’ Category

Betinho e seu Conjunto

Posted by everbc em 10/02/2010

Conjunto formado no início da década de 1950 pelo guitarrista, compositor e cantor Alberto Borges de Barros (São Paulo SP 1918—). Filho de Josué de Barros, o descobridor de Carmen Miranda, chegou, ainda adolescente, a acompanhar a cantora ao violão, ao lado do pai.

Entre 1941 e 1946 foi solista da orquestra de Carlos Machado, nos cassinos da Urca, Rio de Janeiro RJ, e Icaraí, em Niterói RJ. Um dos primeiros instrumentistas brasileiros a usar uma guitarra elétrica norte-americana da marca Fender, foi um dos precursores do rock nacional.

Seus sucessos incluem o fox Neurastênico (com Nazareno de Brito), 1954, e Enrolando o rock (com Heitor Carillo), gravado na Copacabana em 1957 e incluído na trilha do filme Absolutamente certo, de Anselmo Duarte (1957).

Gravou vários LPs na Copacabana, entre eles Betinho e seu conjunto dançante, Betinho, rock & calypso e O rei da noite. A partir de meados da década de 1960, passou a gravar discos independentes, com músicas de inspiração religiosa em ritmo de rock- balada.

Fonte: Enciclopédia da Música Popular – Art Editora e PubliFolha.

Posted in conjunto, grupo | Etiquetado: | Leave a Comment »

The Beatniks

Posted by everbc em 10/02/2010

Grupo vocal-instrumental paulistano, um dos primeiros da segunda geração do rock brasileiro. Também um dos primeiros, senão o primeiro, a seguir fielmente os modelos do pop-rock inglês de grupos como Beatles e Rolling Stones, abandonando o pop norte-americano e o pop inglês de Cliff Richard e os Shadows, que eram os grandes exemplos dos roqueiros brasileiros até então. Foram ainda um dos grupos mais atuantes na Jovem Guarda, como acompanhantes de Roberto Carlos e outros, em shows e na televisão.

Formado em 1965 por Bogô (Carlos Bogossian, São Paulo SP 1943—) na guitarra-base, Nino (Domingos Tucci) na bateria, imediatamente substituído por Norival (Norival Ricardo d’Angelo, São Paulo 1949—), Márcio (Márcio de Barros Morgado, São Paulo 1947—) na guitarra-solo e Nenê (Lívio Benvenuti Júnior, São Paulo 1947—) no contrabaixo.

Bogô, também o primeiro a fabricar no Brasil violões de 12 cordas, havia integrado os grupos The Shades (1961, 1962 e 1964), The Hits (1962-1963), The Cheyennes (1963-1964) e o trio vocal Danny, Chester & Ginny, ao lado de Rita Lee (mais tarde dos Mutantes) e a irmã desta Virgínia Lee; Nené vinha do grupo The Rebels, com quem gravara três LPs.

Em 1965, Nenê passou para o grupo Os Incríveis e foi substituído por Mário Lúcio (Mário Lúcio de Freitas, São Paulo 1948—) entrando também o tecladista Régis (Régis Monteiro Moreira, São Paulo 1946—).

Em 1966, com o apoio de Roberto Carlos, que os apresentava como “o mais perfeito Liverpool sound do Brasil”, o grupo gravou um compacto na CBS, Cansado de esperar, versão de Márcio para Tired of Waiting for You, do grupo inglês The Kinks. Logo após, Mário Lúcio foi substituído pelo irmão de Márcio, Cláudio(Cláudio de Barros Morgado, São Paulo 1951—), e Nino deixou o grupo.

Mudando para a gravadora Rozenblit, gravaram mais dois compactos: em 1967, Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones (C’era un ragazzo che come me amava i Beatles e i Rolling Stones, de Gianni Morandi, versão de Carlos Antônio Gouveia), cuja escalada para o sucesso foi interrompida por Era um garoto…, versão da mesma música lançada por Os Incríveis; e em 1968, Gloria, do grupo irlandês Them.

Separado desde 1970, o grupo se reuniu novamente para a apresentação de shows ocasionais.

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira – Art Editora e PubliFolha.

Posted in conjunto, grupo, jovem guarda, rock | Etiquetado: | 1 Comment »

Blues Etílicos

Posted by everbc em 10/02/2010

Blues Etílicos

Grupo carioca formado em 1985 por Flávio Guimarães (Rio de Janeiro RJ 1963—), gaita; Otávio Rocha (Rio de Janeiro 1963—), guitarra; Cláudio Bedram (Rio de Janeiro 1963—), contrabaixo; Rodolpho Rebuzzi (Rio de Janeiro 1963—), guitarra; e Bernard Chnistian (Rio de Janeiro 1963—), bateria. Seguindo a linha da fusão do rock com o blues, a banda serviu de modelo para grupos como Blue Jeans e Big Allanbik.

Em 1987, o grupo passou a incluir o guitarrista e vocalista Greg Wilson (Tupelo, Mississippi, EUA 1963—) e o baterista Gil Eduardo (Rio de Janeiro 1963—). Lançaram pela etiqueta carioca independente Satisfaction, em 1988, seu primeiro LP, Blues Etiicos, um dos primeiros discos brasileiros de bluesrock, cuja tiragem inicial de mil cópias se esgotou rapidamente (reeditado em CD no selo Velas em 1996).

Outros discos do grupo incluem Água mineral (1989, Eldorado), San-Ho-Zay (1990, Eldorado), Blues Etílicos IV (1991, Eldorado), Salamandra (1994, Natasha) e o CD Dente de ouro (1996, Excelente Discos).

Entre seus sucessos está Safra de 63, composição do grupo que se refere ao fato de todos os integrantes iniciais terem nascido no Rio de Janeiro em 1963. Flávio Guimarães, que foi aluno de Maurício Einhorn, é um dos raros gaitistas brasileiros de blues e lançou, em 1995, um CD solo que inclui regravações de Take Five (Paul Desmond) e Na Baixa do Sapateiro (Ary Barroso).

CD

Salamandra, 1994, Sony 289106-2.

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira – São Paulo, Art Editora e PubliFolha, 1998.

Posted in conjunto, grupo | Leave a Comment »