recordando a MPB

História da MPB com biografias, cronologia dos sucessos e músicas cifradas.

  • Postagens

    novembro 2017
    S T Q Q S S D
    « maio    
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930  
  • Categorias

  • Arquivos

  • Cifrantiga Fotos

Archive for the ‘latino’ Category

>Wello Rivas

Posted by everbc em 05/10/2006

>

Wello Rivas (Manuel Rivas Avila) nasceu em Mérida, Yucatán, México, em 18 de fevereiro de 1913. Faleceu na Cidade do México em 12 de Janeiro de 1990. Foi o segundo de quatro filhos do senhor Fernando Rivas Boffarull e da senhora Isabel Ávila Rosado.

Em 1921, quando tinha oito anos, seus pais se mudaram para a Cidade do México. Aos quinze seu pai lhe deu um violão e recebeu suas primeiras aulas com Dom Enrique del Valle, violonista espanhol, que também fora “banderillero” do grande toureiro Rodolfo Gaona.

Aos dezoito anos era aficionado por touradas, razão pela qual chegou a participar de alguns festivais desse gênero. Desistiu das touradas quando foi atingido por uma chifrada e, a partir daí, dedicou-se somente à música.

Em 1929 foi chamado para ser apresentador exclusivo em uma série de programas de música yucateca, na Rádio WEFO, Rádio Nacional, que era a estação do Partido da Revolução Mexicana (PRM), antecessor do Partido Revolucionário Institucional (PRI). Em 1933 o senhor Bernardo San Cristóbal, diretor artístico da XEB, o chama para lhe propor formar uma orquestra de quatorze professores, para uma nova modalidade na estação como diretor de orquestra e cantores.

Em 1936, a empresa Laboratórios Picot, contrata uma série de programas em exclusividade com a XEB, com Rafael Hernández Margarita Romero e Wello Rivas. Inicialmente estes programas eram feitos em estúdio fechado, mas devido ao sucesso alcançado, começaram a utilizar o estúdio “Juventino Rosas”, para receber o público que queria ver os programas e conhecer seus artistas. Estas transmissões se mantiveram durante mais de quatro anos nos primeiros lugares de audiência.

Em 1939 passou a formar parte do elenco da XEW, onde consolidou seu sucesso ao atuar com os grandes intérpretes da época. Também teve oportunidade de se apresentar nos melhores teatros e prestigiados centros noturnos. Começaram também as turnês internacionais.

Sua primeira composição Quisiera Ser Golondrina foi tema de um filme em 1937. A esta se seguiram as seguintes obras: Callecita, Crepuscular, Obsesión, Mendigo de Amor, Volverás a Mi, Ayer y Hoy, Algo, El Jardinero, Tarde o Temprano, Con las Alas Rotas, etc.

Algumas de suas composições ocupam os primeiros lugares de popularidade, como: Llegaste tarde e Cenizas, canções que foram interpretadas por Lola Beltrán, Javier Solís, José Feliciano, Vicente Fernández, Eddie Gormé, Tania Libertad, Chamín Correa, Los Panchos, Raymond Lefevre, Lucha Villa e outros.

Anúncios

Posted in bolero, internacional, latino, wello rivas | Leave a Comment »

>Sarabia Rodríguez

Posted by everbc em 05/10/2006

>

Sarabia Rodríguez (José Enrique Sarabia Rodríguez) é um poeta, músico, publicitário, produtor de televisão e político venezuelano. Nasceu em Pampatar, Isla de Margarita em 1936.

Com mais de mil canções registradas na Sociedade de Autores da Venezuela (SACVEN), “Chelique” Sarabia tem sido um dos músicos venezuelanos de mais sucesso do século XX, principalmente por ser o autor da canção Ansiedad, composta em 1958.

Além disso é autor também de canções de sucesso que formam parte do acervo cultural venezuelano tais como Cuando no sé de ti, Chinita de Maracaibo, No te muerdas los labios e Piragüero.

Em princípios dos anos 60 se converte em produtor de discos independente e do programa “Club Musical” onde descobre artistas da categoria de José Luis Rodríguez, as irmãs Rosa Virginia e María Teresa Chacín, “Los Impala”, Henry Stephen e Cherry Navarro.

Posted in bolero, internacional, latino, sarabia rodriguez | Leave a Comment »

>Rubén Fuentes

Posted by everbc em 04/10/2006

>

Rubén Fuentes (Rubén Fuentes Gasson) nasceu em Ciudad Guzmán, Jalisco, México, em 15 de fevereiro de 1926. Quando menino começou a estudar música com o seu, pai, Agustín Fuentes.

Mais tarde ingressou no Mariachi Vargas como primeiro violino chegando ser subdiretor do mesmo. Em 1955, deixou de ser músico do grupo, mas manteve sua posição como produtor e diretor musical, até a atualidade.

De 1950 a 1960 foi diretor da gravadora RCA no México e produziu discos de grandes intérpretes do gênero rancheiro. Entre os numerosos intérpretes de Fuentes, destacam-se Miguel Aceves Mejía, Pedro Infante y Marco Antonio Muñiz, por fazerem sucesso com seus huapangos e boleros.

No transcurso de sua trajetória musical, Fuentes tem recebido vários discos de ouro e de platina, prêmios Grammy e foi merecedor do Prêmio Jalisco pelo Governo do Estado em 1991, ano em que a Filarmônica de Jalisco, dirigida por José Guadalupe Flores, e o Mariachi Vargas de Tecalitlán interpretaram a Rapsódia sinfônica com os temas mais populares do reconhecido compositor.

Algumas obras: La Bikina, Cartas a Eufemia, Luz y sombra, Vieras cuántas ganas tengo, Qué bonita es mi tierra, El despertar, Cien años, Llegaste tarde, Que murmuren Ni por favor, Ruega por nosotros e Tres consejos são algumas de mais de 300 composições da inspiração de Rubén Fuentes Gassón.

Posted in bolero, internacional, latino, ruben fuentes | Leave a Comment »