recordando a MPB

História da MPB com biografias, cronologia dos sucessos e músicas cifradas.

  • Postagens

    outubro 2019
    S T Q Q S S D
    « maio    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  
  • Categorias

  • Arquivos

  • Twitter

Archive for the ‘passarinho do ma’ Category

>Passarinho do Má

Posted by everbc em 03/04/2006

>

Foi só o presidente Artur Bernardes, que governou o país sob estado de sítio de 1922 a 1926, deixar o Palácio do Catete para receber o troco. O “passarinho do mal”, responsável por todos os males do mundo, não era outro senão o “Rolinha”, apelido maldoso dado pelo povo a Bernardes. Ao final, registra-se a letra de três estrofes – bem mais pesadas – que não foram gravadas por Francisco Alves.

Passarinho do Má (samba, 1927) – Antonio Lopes do Amorim Diniz (Duque)

Passarinho do má tava cá
Não havia maneira de enxotá (Bis)
Meu roçado de mio, secô

http://res0.esnips.com/escentral/images/widgets/flash/drums.swf
Francisco Alves

Meu cavalo de sela, mancô.
Meu cachorro de caça, danô
Minha sogra de longe, vortô.

Passarinho do má tava cá
Não havia maneira de enxotá (Bis)
A corrente de prata, partiu
O relógio na pedra, caiu.
O dinheiro no borso, sumiu
A muié que eu gostava, fugiu.

Passarinho do má tava cá / Não havia maneira de enxotá (Bis)
Água suja do monte, desceu / O riacho num instante, cresceu.
O porquinho que tinha, morreu / A muié a vergonha, perdeu.

As três estrofes que Francisco Alves não gravou são as seguintes:

A geada os legume secô / O alambique do monte, quebrô.
Vento sul deu nas cana, estragô / A cachaça na roça, acabô.

Estou vendo daqui toda gente / Com um sorriso feliz e contente.
Pois chegou ao Brasil finalmente / O Jahú(1), que é a glória da gente.

Passarinho do má já vuô / Ninguém sabe onde pousô
Passarinho do má se vortá / Espingarda taí pra matá.

(1) Nome do avião que, em 1927, realizou o primeiro vôo de travessia do Atlântico Sul pilotado por brasileiros .

Fonte: Franklin Martins – Site Oficial

Posted in duque, passarinho do ma | Leave a Comment »